As principais causas de uma má gestão de leads

As principais causas de uma má gestão de leads

A gestão de leads é todo o fluxo de atividades para acompanhar um novo prospect pela jornada de compra, identificando em que estágio do funil de vendas ele se encontra e se está dentro do perfil de cliente ideal para seu negócio.

No marketing digital, os principais leads são captados através de uma landing pages, páginas digitais nas quais os usuários se cadastram voluntariamente para receber informações sobre serviços, produtos ou recebimento de conteúdo, e para isso funcionar corretamente, é necessária uma gestão de leads  feita de maneira conjunta entre os times de marketing e vendas.

Uma má gestão de sua base pode trazer resultados negativos tanto para a equipe de marketing, quanto para equipe de vendas. Por isso, confira a seguir as 3 principais causas de uma má gestão de leads em uma empresa:

  • Falta de alinhamento entre os times

É necessário que haja um entendimento entre marketing e vendas sobre todos os pontos que qualificam o lead e quando ele pode ser entregue aos vendedores. Na falta deste alinhamento, existe o risco de a equipe de vendas ter de devolver o lead ao time de marketing, ou perder um cliente em potencial por não nutri-lo de maneira correta.

  • Priorização inadequada

Sem uma priorização adequada, a gestão de leads se torna mais trabalhosa e ineficaz, pois os vendedores não saberão ao certo quais leads são mais propensos a realizar uma compra e podem perder tempo trabalhando em cima de quem não irá gerar uma conversão.

  • Má recepção de novos leads

É essencial padronizar as etapas de atendimento para que a equipe comercial esteja preparada para oferecer um bom serviço ao cliente em potencial.  Além disso, sem um processo que torne o atendimento ágil, os leads podem se acumular no funil do time de vendas, fazendo com que muitos procurem a concorrência ou desistam da compra.

Para uma gestão de leads bem sucedida, é necessário que as equipes estejam alinhadas quanto aos critérios de qualificação e que entendam todo o fluxo de atividade e por fim, investir em uma boa ferramenta de automatização de processos.